Blog dos voluntários do Texto Livre

www.textolivre.org

A IMPORTÂNCIA DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA: processos de leitura e produção de textos

with one comment

Por: Charles Daniel Tavares, Giuvania Barbosa Fernandes, Jonas Pinheiro Barbosa e Núbia Cristina Ferreira.

Com base nos textos abaixo, de dois escritores consagrados do campo literário brasileiro, pode-se perceber que “o escrever” não é um dom que apenas algumas pessoas têm. Todos podem vir a ser bons redatores/escritores. Entretanto, escrever não é um ato espontâneo. Exige muito empenho, é um trabalho duro. Nem sempre as “dicas” ofereciadas pelos professores e colegas são suficientes para a elaboração de um texto fluente, claro, adequado. Os truques podem ajudar os redatores que já estão em meio ao processo de desenvolvimento da própria prudução escrita, porque podem esclarecer alguns pontos duvidosos ou obscuros da escrita e da organização do texto, mas não funcionam isololados de muito exercício, e isso cabe um tato mais para jovens estudantes da língua portuguesa.

“Para mim, o ato de escrever é muito difícil e penoso,

tenho sempre de corrigir e reescrever várias vezes.

Basta dizer, como exemplo, que escrevi 1.100

páginas datilografadas para fazer um romance

no qual aproveitei pouco mais de 300.”

(Fernando Sabino)

O Lutador

Carlos Drummond de Andrade

Lutar com palavras/ é a luta mais vã./ Entanto lutamos/ mal rompe a manhã./ São muitas, eu pouco./ Algumas, tão fortes / como o javali./ Não me julgo louco. / Se o fosse, teria / poder de encantá-las. / Mas lúcido e frio, / apareço e tento / apanhar algumas / para meu sustento / num dia de vida. / Deixam-se enlaçar, / tontas à carícia / e súbito fogem / e não há ameaça / e nem 3 há sevícia / que as traga de novo / ao centro da praça. // Insisto, solerte. / Busco persuadi-las. / Ser-lhes-ei escravo / de rara humildade. / Guardarei sigilo / de nosso comércio. / Na voz, nenhum travo / de zanga ou desgosto. / Sem me ouvir deslizam, / perpassam levíssimas / e viram-me o rosto. / Lutar com palavras / parece sem fruto. / Não têm carne e sangue… / Entretanto, luto. // Palavra, palavra / (digo exasperado), / se me desafias, / aceito o combate. / Quisera possuir-te / neste descampado, / sem roteiro de unha / ou marca de dente / nessa pele clara. / Preferes o amor / de uma posse impura / e que venha o gozo / da maior tortura. // Luto corpo a corpo, / luto todo o tempo, / sem maior proveito / que o da caça ao vento. / Não encontro vestes, / não seguro formas, / é fluido inimigo / que me dobra os músculos / e ri-se das normas / da boa peleja. // Iludo-me às vezes, / pressinto que a entrega / se consumará. / Já vejo palavras / em coro submisso, / esta me ofertando / seu velho calor, / aquela sua glória / feita de mistério, / outra seu desdém, / outra seu ciúme, / e um sapiente amor / me ensina a fruir / de cada palavra / a essência captada, / o sutil queixume.
/ Mas ai! é o instante / de entreabrir os olhos: / entre beijo e boca, / tudo se evapora. // O ciclo do dia / ora se conclui 8 / e o inútil duelo / jamais se resolve. / O teu rosto belo, / ó palavra, esplende / na curva da noite / que toda me envolve. / Tamanha paixão / e nenhum pecúlio. / Cerradas as portas, / a luta prossegue / nas ruas do sono.
Reconsiderando crenças

Já a leitura, também, é imprescindível para que o redator/escritor ou o jovem estudante da Língua Portuguesa, doravante JELP, chegue a apresentar um bom desempenho, pois ela oferece oportunidades de contato intenso com as infinitas possibilidades da língua, como os diversos gêneros e tipos de textos e com as informações e idéias que circulam no nosso universo.

Assim, nessa perspectiva, a Tecnologia da Informação, doravante TI, promove um rico campo para o desenvolvimento do ensino de Língua Português, tendo em vista o processo de leitura e produção de textos. Primeiro, porque a TI é a linguagem contemporânea, que se evidencia principalmente no campo lingüístico dos JELP; segundo, porque há uma grande expansão desse setor por meio de projetos sociais de inclusão digital; e terceiro, porque esse meio de comunicação é imensamente rico para se desenvolver o processo de leitura e produção de textos, vejamos: s e interagirmos com os JELP por meio das ferramentas que nos são proporcionadas pela TI, de certo modo, já estamos interagindo com os mesmos pela linguagem que muitos deles já estão acostumados, e o mais interessante é que, imbricado a isso, estaremos fazendo com que eles desenvolvam o processo de Leitura e Produção de Textos, pois, a cada interação, todos estão construindo textos e ao mesmo tempo lendo textos, isto é, eles estão sempre, durante a interação, praticando a leitura e a produção de textos. Ou seja, desenvolvendo o processo de leitura e produção de textos, por meio de textos; enfim, a TI passa a ser um meio pelo qual os JELP, pela prática, podem se constituir sujeitos leitores e produtores de textos, simultaneamente.

No mais, o ensino pela TI é mais dinâmico, possibilita a interação do usuário com a aplicação, na medida em que escolhe os caminhos a serem seguidos em sua navegação. O texto não é um objeto acabado, posto no livro; quase sempre o texto virtual é um hipertexto com diversos links que o ampliam. Assim, o hipertexto existe e se constitui enquanto tal à medida que o leitor interage com ele, promovendo a construção dos significados por meio das suas escolhas dos caminhos (links) hipertextuais.

Contudo, se faz necessário ressaltar que a TI não garante, sozinha, a aprendizagem; ela é apenas um meio pelo qual essa aprendizagem ocorre numa era de transformações em que os recursos tecnológicos de comunicação e informação têm se desenvolvido e se diversificado rapidamente. Por isso é que o sociólogo Viana em seu texto “Sala de Aula Virtual e Relações de Poder”, vai ressaltar a importância de percebermos a necessidade de se aprofundar a discussão sobre o ensino a distância, isto é, percebermos as potencialidades que a TI traz em si para o ensino de Língua portuguesa, de modo a desenvolvermos as possibilidades emancipatórias ao invés das reprodutoras da sociedade atual. Dito de outro modo, a idéia é aproveitar esses recursos tecnológicos de ensino a distância de modo a promover o sentido emancipador do saber; o uso de uma tecnologia para o fazer educacional que possa ser um passo fundamental para uma educação à distância libertária, e não mais um meio para continuar, ou mesmo ampliar, o limiar à prisão do saber – o fazer docente – o aprender e o ensinar.

Além disso, é interessante o uso da TI porque o aluno aprende a escrever e a ler melhor pelo processo, como já dissemos, mas ao mesmo tempo divertindo-se (através de jogos, chats, blogs… etc.), até sem perceber. Através da internet o aluno pode ter uma parte substancial do que a humanidade produziu e produz em inúmeras áreas do conhecimento, já que está disponível, eletronicamente, 24 horas por dia. Além disso, analisando o discurso dos JELP, parece-nos que os mesmos se interessam muito mais em estar diante de um computador do que numa biblioteca, afinal essa é a linguagem contemporânea, a linguagem que eles estão mais acostumados. Quem utiliza a internet sempre está buscando novas informações na dinâmica da constante efemeridade do mundo virtual.

Desse modo, se torna de suma importância, na atualidade, a integração dos computadores ao planejamento pedagógico. Para isso, os professores devem ter treinamento adequado para trabalharem com softwares. O uso do computador é eficaz, porém é uma máquina cara, ainda, que necessita de espaço físico apropriado, equipamentos de suporte, capacitação de pessoal, etc.

Considerações finais

Um ambiente virtual de aprendizagem permite um processo de comunicação contínua e partilhada na busca do saber, onde é valorizada a capacidade de interagir pela leitura e pela escrita. Assim, pode-se considerar que a escrita é muito necessária no mundo moderno, uma vez que as práticas sociais que estruturam as nossas organizações contemporâneas são mediadas por textos escritos. Dependemos da escrita para existir efetivamente e atuar no mundo. E o que a TI nos proporciona, enquanto professores de Língua Portuguesa ou mesmo alunos, é o constante e sempre necessário processo de leitura e produção de textos para, quem sabe um dia, chegarmos a ser bons leitores/escritores de textos.

“ Para quem gosta de dicas ”

É imprescindível:

*
Escrever todos os dias: anotações de aulas, diário, resumos de leituras, textos com suas opiniões acerca de acontecimentos, cartas, bilhetes, projetos….
*
Acreditar que você pode escrever bem, está melhorando e que vai chegar lá, impulsiona o aperfeiçoamento.
*
Ser automotivado, deixar o comodismo de lado e se esforçar.
*
Querer saber muito mais, ir mais profundamente às questões. Não se pode ficar satisfeito com “dicas” isoladas e fragmentadas.
*
Considerar a escrita como uma habilidade importante para o nosso sucesso profissional.
*
Reconhecer que pela escrita participamos mais do mundo.
*
Ler muito, ler diversos tipos de textos, ler melhor a cada dia.

Bibliografia

FIORIN, José L. A internet vai acabar com língua portuguesa? (USP)

_____________. A Língua sem arcaísmos. Sem erudição. Natural e Neurológica. A contribuição milionária de todos os erros. (USP)

GARCEZ, Lucília Helena do Carmo. Tecnica de redação: o que é preciso saber para bem escrever. 1ª ed. 2ª tiragem. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

VIANA, Nildo. Sala de Aula Virtual e Relações de Poder.

SABINO, Fernando. Para gostar de ler. Vol.3 crônicas. São Paulo: Editora Ática, 7ª ed. 1987, p7.
SOARES, Magda; EDSON, Nascimento C. Técnica de redação: as articulações linguísticas como técnica de pensamento. Rio de Janeiro: Ao livro técnico, 1978.

About these ads

Written by otextolivre

23 julho 2008 at 5:43 pm

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. Muito bom,tudo isso que você escreveu.Estou preparando um artigo para defender na Semana Tecnológica da Universidade Estadual daqui do Maranhão e o que li foi de grande valia para a mina elaboração.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: